Arquivo | março, 2013

Benção

4 mar

Não sou exatamente uma pessoa religiosa, mas acredito em Deus e numa força que te conduz… Se a sua vibração for boa, pro bem.

Há 3 anos atras passei por um dos piores momentos da minha vida: fui diagnosticada com Síndrome do Pânico. Eram noite intermináveis de pavor, medo, ansiedade. Chorava compulsivamente e tinha sensação de que nunca iria suportar aquele peso, aquela dor, todo desconforto. Tinha medo de ficar maluca, de perder a noção. Tinha medo de morrer.

Nesse momento um anjo apareceu na minha vida. Quando eu já não tinha quase forças para procurar ajuda, ele surgiu. Foram quase 2 anos de tratamento. Com uns 6 meses eu já estava muito melhor. Porém, meu anjo da guarda foi embora, acho que ele precisava dar uma ajudinha lá em cima e foi embora numa manhã de domingo, vítima de um enfarto.

Meu chão ruiu. Mas eu devia minha cura a ele. E me curei.

Amanhã será um dia importante desta longa caminhada. Vou me dar alta. Me considero curada.

Ainda faltam alguns poucos passos para que isso seja apenas uma lembrança, um capitulo importante da minha vida. Mas está chegando ao fim.

Minha SDP foi muito, muito branda, por isso me considero abençoada. Mas serviu pra que derrubasse todos os meus preconceitos em relação a remédio, SDP, e outras doenças que afligem a tantas pessoas.

Hoje eu posso dizer: o bicho não é tão feio quanto parece. Não desista. A cura existe e está próxima. Procure ajuda. Eu juro que torço que apareça para você um anjo tão abençoado quanto o que apareceu para mim.

Não desista. Vale a pena! Acredite, o orgulho da superação é maior do que o medo.

Anúncios