Arquivo | agosto, 2012

Depois de tanto tempo…

22 ago

Depois de tanto tempo, aqui estou eu novamente.

Na verdade já estou pra escrever esse post há algum tempo.

Gosto de reler o pouco que escrevi até aqui. E outro dia me peguei relendo todos os parcos posts deste blog. Percebi várias coisas, uma delas é de que eu gosto mesmo de escrever, mesmo que só eu leia. Mas percebi, principalmente que mudei muito desde a última postagem.

Na verdade, na maioria da vezes fui obrigada a mudar, obrigada a tomar atitudes que não sei se tomaria há um ano atrás, em alguns casos só mudei porque não havia como me manter onde estava.

Neste período que estive ausente perdi uma das pessoas mais importantes da minha vida nos últimos anos, um verdadeiro anjo da guarda. Incrivelmente foi a primeira vez na vida que tive que lidar com uma perda tão significativa. Do alto dos meus 30 e poucos anos foi a primeira vez que senti uma pessoa ser tirada da minha vida de repente, sem ter nem tempo de me despedir. Posso dizer que doeu, dói e acho que vai doer por um bom tempo, mas aos poucos a dor vai se transformando em uma saudade mais suave e doce. É claro que sempre vem a pergunta que com tanto filho da puta no mundo, porque só os bons morrem antes? Enfim, isso é o que temos e quem sabe um dia a gente entenda tudo isso.

Mas não foram só de tristezas que vivi, muita coisa boa também aconteceu!

Me casei e amo a vida de casada. Bom, na verdade oficializei um casamento que já existia há alguns anos e posso dizer que foi o dia mais feliz da minha vida. Eu nunca fui moça casadoura, então custava a entender o que as pessoas achavam de tão especial nesse dia. Até que eu tive o meu. Foi tudo perfeito. Recebi tanta energia boa, tanto carinho, que passei a entender o que faz desse dia um dia único na vida de qualquer pessoa.

Ahh mudei de emprego também! Posso dizer que voltei par minha casa! E isso me deixa muito feliz! Ahh e por falar em casa, também mudei de casa e estou amando o novo apartamento, super empolgada com decoração e outras futilidades.

A minha vida está muito boa, estou muito feliz e nenhum pouco ácida, muito menos mórbida.
Vou muito bem, obrigada e estou de volta!

Anúncios